Acompanhados pela Purgatory Orquestra, grupo orquestral criado de raiz com um total de cerca de 40 músicos em palco e uma equipa técnica que... Godiva e Purgatory Orquestra em preparação para concerto no Vagos Metal Fest

Acompanhados pela Purgatory Orquestra, grupo orquestral criado de raiz com um total de cerca de 40 músicos em palco e uma equipa técnica que ronda mais de 20 pessoas, os Godiva subirão ao palco do Vagos Metal Fest para comemorar os seus 20 anos com pompa e circunstância.

A actuação agendada para 9 de Agosto originará um CD e DVD que a promoção pensa que «ficará na historia do metal nacional».

André Matos dos Godiva, também conhecido como uma das caras de Equaleft e Heavenwood durante o percurso do último lançamento de “The Tarot Of The Bohemians” refere: «Nunca pensei que algo desta dimensão fosse possível ou sequer alcançado no meu percurso como músico. Sendo músico de profissão, só tenho a dizer que este é indubitavelmente o maior desafio que tive até à data e só o é possível devido à excelente equipa que me acompanha e apoia desde o inicio. Todos os que participam neste projecto em palco ou fora são um pilar crucial para o seu sucesso.»

Beatriz Mendes, directora musical da orquestra, comenta: «Este projecto foi um desafio que aceitei com todo o entusiasmo. Está a ser uma experiência fantástica! Cada segundo de música está a ser esculpido da forma mais pormenorizada. Estamos na recta final, o que construímos está a ganhar forma e vai ser sem dúvida um espectáculo memorável!»

Pedro Faria, vocalista e um dos fundadores de Godiva, acrescenta: «Os novos desafios a que nós nos lançamos agora derivam muito da paragem tão prolongada que a banda teve. Paragem esta que nos deu espaço para pensar, mudar e amadurecer. E do produto disso nasceu uma visão diferente, mais ambiciosa. Sabíamos que ao voltar, teríamos de repensar a música, a inspiração, a postura, tudo, sem querer ferir o trajecto que a banda sempre teve. Daí nasce este desafio enorme, de trabalhar com uma orquestra, que está a ser o projecto mais ambicioso que já abraçámos, mas também o que trará mais frutos, tal como na orientação das letras, em que a nossa idade já nos permite ter uma visão mais global e pensar de outra forma a natureza humana e as suas idiossincrasias.»

Os Godiva encontram-se também na fase final das captações do novo álbum nos estúdio da Raising Legends e será apresentado em 2020.

Fotos: João Fitas, cedidas pela Raising Legends Records