Esben Willems (Monolord): «Não me sinto desconfortável no mundo, mas sinto-me desconfortável com a crença em fantasmas e contos de fadas»

Abjecto a rótulos sonoros, o baterista Esben Willems fala do desconforto que sente em relação à forma como a religião é vivida e da satisfação que é ter a sua banda e sonoridade reconhecidas.

Ler mais
Head (Korn): «Metanfetamina arruinou a minha mente, as minhas emoções, os meus relacionamentos, a minha sanidade»
O guitarrista dos Korn fala sobre ter-se mantido acordado durante cinco dias, evitar um Jonathan Davis ébrio e violento, e sangrar pela sua arte. Qual é a tua droga de eleição?Definitivamente, metanfetamina. Era tipo uma coisa de amor/ódio, porque a moca inicial era explosiva, mas depois arruinou tudo na... Ler mais
Michael Gilbert (F&J): «Temo-nos sentido bem a tocar juntos como uma máquina bem-oleada.»
Não são muitas as bandas com estatuto lendário que se podem dar ao luxo de dizer que, ao longo de toda a sua carreira, nunca alteraram a essência do seu som de marca. Dessas poucas, uma das que mais se pode gabar dessa continuidade estilística é Flotsam & Jetsam... Ler mais
Samael: inimigos do Sol (entrevista c/ Vorph)
Muito se pode dizer sobre os Samael, mas, de forma a evitar redundâncias, preferimos acreditar que a carreira do quarteto suíço se pode resumir numa palavra: indelével. Tivemos a oportunidade de trocar impressões com Vorph, mentor e vocalista/guitarrista da banda, no Laurus Nobilis Music 2019 – impressões sobre vinho,... Ler mais
Frost (Satyricon): «Black metal faz parte da nossa linguagem»
«Estou completamente pronto para isto, vamos lá!» É assim Frost: a chamada telefónica é efectuada à hora certa e transpira-se vontade, algo que não era para menos, até porque “Deep calleth upon Deep” é um grande regresso dos noruegueses Satyricon, e a banda sabe disso. «Estamos muito entusiasmados, pois... Ler mais
Erik (Watain): «Black metal irá sempre representar a adversidade, as sombras, a escuridão da mente e do próprio mundo»
A meros 500 quilómetros da capital norueguesa Oslo, os suecos Watain mantêm viva a tradição e o espírito do black metal originado no país-vizinho. Com o sexto longa-duração “Trident Wolf Eclipse”, a banda prorroga o seu estatuto de emissários deste histórico espectro do metal extremo e apresentam-se em boa... Ler mais
Leif Edling (Candlemass): «O regresso do Johan Längquist é realmente uma atracção»
Depois de dois EPs – “Death Thy Lover” (2016) e “House of Doom” (2018) -, os históricos do doom metal, Candlemass, regressaram finalmente aos álbuns com “The Door to Doom”. Aquele que poderia ser apenas mais um álbum de uma mítica banda, não é – este 12º longa-duração representa... Ler mais
Laurus Nobilis 2019: coroação da música pesada

A ascensão do Laurus Nobilis tem sido morosa, mas segura, sempre com confirmações cada vez mais sonantes a cada ano que passa.

Ler mais
Heri Joensen (Týr): «A nossa performance ao vivo está mais coesa do que nunca»
Ao longo de uma carreira iniciada em 1998, os Týr habituaram os fãs a intervalos muito curtos entre álbuns, cerca de 2 a 3 anos, mas “Valkyrja” (2013) teve de esperar quase seis anos por um sucessor: intitula-se “Hel” e foi lançado neste ano de 2019. «Aguentava trabalhar muito... Ler mais
Eugene Abdukhanov (Jinjer): «Preparem-se para um concerto do caraças!»
Foi em meados de 2016 que os ucranianos Jinjer ascenderam decisivamente com o terceiro álbum “King of Everything” através de um lançamento suportado pela Napalm Records, uma das editoras metal mais versáteis do planeta. Aos poucos, o grupo começou a ser partilhado nas redes sociais, seguindo-se pedidos constantes para... Ler mais