O álbum é composto por riffs rápidos, bateria simples e directa, e vocais que fazem grande releitura, de modo positivo, aos... Wolf King “The Path of Wrath”

Editora: Prosthetic Records
Data de lançamento: 05.03.2021
Género: blackened hardcore
Nota: 3/5

O álbum é composto por riffs rápidos, bateria simples e directa, e vocais que fazem grande releitura, de modo positivo, aos mais agressivos do black metal, sendo guturais agudos e odiosos.

Wolf King é uma banda da Bay Area, mas não seguem a linha do tradicional thrash metal que colocou a região em evidência no mundo. Pelo contrário, praticam aquilo a que chamam de blackened hardcore.

O novo trabalho intitula-se “The Path of Wrath” e contém doze faixas carregadas de groove e vozes que fazem lembrar black metal.

O álbum inicia-se com uma faixa instrumental em que é possível ouvir basicamente a mesma sequência de riffs durante cerca de 1 minuto e 40 segundos, soando um pouco cansativo. A sequência do álbum é composta por riffs rápidos, bateria simples e directa, e vocais que fazem grande releitura, de modo positivo, aos mais agressivos do black metal, sendo guturais agudos e odiosos.

No geral, o registo é bastante repetitivo e chega ser bem cansativo. Se não fosse pelas músicas “The Oath”, “Incantation” e “Grief Portrait”, que possuem diferentes ambiências e experimentações que permitiram o álbum ser mais dinâmico (como vozes limpas, instrumental limpo e mais melodias de guitarra), o álbum seria praticamente recto do princípio ao fim.

É indicado que quem nos lê comece por conhecer a banda pelas três faixas acima mencionadas, porque podem obter uma visão diferente do trabalho da banda, mas acreditamos que 12 faixas foram demais para um trabalho sem muitas variações e dinamismo.