Fernando Ribeiro, dos Moonspell, fala sobre as relações interpessoais na banda e do novo baterista Hugo Ribeiro. F Ribeiro (Moonspell): «Precisamos de espaço para darmos valor ao que temos»
Foto: Rui Vasco

Ao longo de mais de 30 anos, se contarmos com Morbid God, os Moonspell sempre se mostraram muito unidos, maioritariamente a remarem para o mesmo rumo como colectivo, pelo menos publicamente, mas o livro “Lobos Que Foram Homens”, de Ricardo S. Amorim, também revela que quando se chateiam é a sério, desde discussões internas a membros a desejarem abandonar, passando mesmo por conflitos legais com antigos integrantes. Contudo, a banda prossegue o seu caminho com cada álbum a ser diferente do anterior, demonstrando que os Moonspell não conhecem a palavra estagnação – “Hermitage” não é diferente.

Em declarações à Metal Hammer Portugal, o vocalista Fernando Ribeiro fala sobre a maneira que encontrou para que os Moonspell funcionem a nível interpessoal.

«Com a saída do Mike [Gaspar, bateria], percebi que os Moonspell são uma banda, não são uma família, e devemos cultivar exactamente os laços de banda. E ao contrário do make-up-sex, de vez em quando precisamos de espaço, precisamos de tempo um bocadinho longe uns dos outros, exactamente para dar valor ao que temos.»

Sem tempo a perder, os Moonspell recrutaram Hugo Ribeiro, baterista que tem Arya, Timeless, Godvlad e Kandia no currículo, assim como projectos de versões de Faith No More e Deep Purple.

«Foi excelente. A adaptação do Hugo foi exemplar», diz Fernando sobre a integração do baterista na alcateia. «Quem o escolheu foi o Pedro Paixão [teclados]. Penso que ele conheceu o Hugo online e ficou no radar musical. Quando o Mike saiu, o Hugo foi, para o Pedro, a opção imediata. Quando o conheci, verifiquei logo que era uma pessoa fantástica. Quando se sentou no banco para tocar, foi mágico. Parece que tinha corrido sempre ao ‘nosso lado’, com todo o respeito. Fizemos uma boa escolha, tivemos muita sorte.»

Ouve as declarações de Fernando Ribeiro imediatamente abaixo.

“Hermitage” tem data de lançamento a 26 de Fevereiro de 2021. As pré-encomendas estão disponíveis aqui.

Lê/ouve também: Será que “Hermitage” vai chocar? Fernando Ribeiro responde!