Nascido a 10 de Julho de 1942 nos EUA, Ronald James Padavona ficou conhecido como Ronnie James Dio ou simplesmente Dio. A carreira musical... Dio: voz de gigante

Nascido a 10 de Julho de 1942 nos EUA, Ronald James Padavona ficou conhecido como Ronnie James Dio ou simplesmente Dio.

A carreira musical começou cedo, no final dos anos 1950, fazendo parte de The Vegas Kings (mais tarde Ronnie and the Rumblers), mas foi com o Elf, no final da década de 1960, que começou a dar nas vistas, tornando-se esta banda uma habitual abertura para Deep Purple.

Dono de uma voz ampla, Ritchie Blackmore acabou por convidá-lo para criar Rainbow numa fase em que o guitarrista estava cada vez mais afastado de Deep Purple devido a diferenças criativas, afirmando: «Saí de Deep Purple porque me encontrei com o Ronnie Dio, e era muito fácil de se trabalhar com ele. Originalmente, ele só ia fazer uma música (…), mas acabámos por fazer um LP inteiro em três semanas, com o qual eu estava bastante entusiasmado.» Daí surgiu “Ritchie Blackmore’s Rainbow” (1975), mas a jóia da coroa é “Rising” (1976), um dos álbuns mais influentes para aquilo que viria a ser o heavy metal britânico, com temas intemporais como “Stargazer”. Em 1978 sairia ainda “Long Live Rock ‘n’ Roll”, o terceiro e último álbum de Rainbow com Dio na voz.

Apresentado a Iommi por uma Sharon Arden em 1979 – que se tornaria Sharon Osbourne após casamento com Ozzy em 1982 -, Dio, então proveniente dos Rainbow, seria o próximo vocalista dos Black Sabbath, estes que tinham acabado de despedir Ozzy. Tanto o guitarrista como o vocalista estavam numa situação similar: enquanto o primeiro necessitava de uma voz, o segundo andava à procura de um novo projecto. Em Abril de 1980 era lançado “Heaven and Hell”, o novo disco dos Black Sabbath com um novo vocalista.

Apesar de “Heaven and Hell” ser um álbum aplaudido e com bastante sucesso, atingindo platina nos EUA e ouro no Reino Unido, os primeiros tempos de Dio ao vivo não foram fáceis com focos de fãs a gritarem por Ozzy, um factor que continua a dividir os seguidores de Black Sabbath entre os que gostam mais da fase com o primeiro ou os que preferem a época com o segundo. Sendo, de facto, vocalistas diferentes – Ozzy era mais histérico, louco e estridente, Dio era mais técnico, operático e amplo -, a sonoridade foi também modificada, passando a banda a executar algo mais heavy metal / hard rock e menos doom metal. Afinal estávamos no amanhecer da New Wave Of British Heavy Metal, e em 1980 saíam discos como o homónimo de Iron Maiden e “British Steel” de Judas Priest.

O pequeno vocalista com voz gigante não ficaria muito tempo em território dominado pelos Sabbath, havendo ainda assim tempo para mais dois álbuns originais e um live.

Alegando dificuldades de cooperação com Iommi e Butler, o vocalista e o baterista Vinny Appice abandonavam então as fileiras de Black Sabbath para juntos fundarem Dio, banda que nos deu hinos heavy metal como “Holy Diver”. Entre 1983 e 2004, o projecto lançou 10 discos.

Em 2006, tudo terá sido sanado quando Dio, Appice, Iommi e Butler formaram os Heaven & Hell, um colectivo pensado para digressões que recuperaria uma das formações de Black Sabbath nos idos anos 1980. Depois de quase 100 datas mundiais, o quarteto lançou o único álbum “The Devil You Know” em 2009.

Pouco tempo depois, ainda em 2009, o artista foi diagnosticado com cancro no estômago e imediatamente encaminhado para tratamentos. Esta batalha, ao lado de tantas outras fantasiosas que travou nas suas letras, foi a última. Dio morreria a 16 de Maio de 2010. Tinha 67 anos.

Eternizado como um dos percursores (talvez o maior) dos horns of metal – gesto que aprendeu com a avó para afastar o mau-olhado -, o cantor pode ser visto em filmes como “Tenacious D in The Pick of Destiny” (2006) enquanto interpreta “Kickapoo” com Jack Black e Meat Loaf. Na cultura japonesa, o antagonista em “JoJo’s Bizarre Adventure” é Dio Brando, uma personagem com nome inspirado em Ronnie James Dio e Marlon Brando. Em 2016, um holograma do lendário vocalista foi projectado em pleno Wacken Open Air durante a actuação de Dio Disciples.

Ronnie James Dio fica na História como uma das vozes mais incríveis do hard rock e heavy metal, tendo passado por grupos como Black Sabbath e Rainbow e, assim, tendo trabalhado com dois dos maiores guitarristas dos nossos tempos.