"Pure Death” é death metal à antiga com aquela guitarra em modo motosserra, com uma bateria meia d-beat aqui e acolá, com nuances de... Disrupted “Pure Death”

Editora: Memento Mori
Data de lançamento: 26.10.2020
Género: death metal
Nota: 3.5/5

“Pure Death” é death metal à antiga com aquela guitarra em modo motosserra, com uma bateria meia d-beat aqui e acolá, com nuances de podridão e extremamente pesado – em suma, genuíno.

Formados em 2012, os Disrupted chegam ao segundo álbum com “Pure Death”, um título deveras apelativo e adequado àquilo que fazem musicalmente.

Puro death metal sueco, os Disrupted são umas daquelas novas bandas do género que soam a velho. Ao longo de 10 faixas perfurantes, os nórdicos não inventam, ou reinventam nada, não querem experimentar nada, não querem ser lá muito melódicos (ao contrários de outros velhos e novos, como At the Gates e LIK, respectivamente) e não pretendem sequer soar modernos. Por outras palavras, “Pure Death” é death metal à antiga com aquela guitarra em modo motosserra (tanto na distorção como na execução), com uma bateria meia d-beat aqui e acolá, com nuances de podridão (ainda que seja muito bem produzido) e extremamente pesado – em suma, genuíno.

“Pure Death”, com todas as suas qualidades atrás citadas, é prontamente indicado para os mais duros de ouvido, que muito conhecem e gostam do verdadeiro old-school swedeath metal.