Os Hatebreed oferecem-nos uma rajada de riffs em modo terraplanagem que tanto evocam o famoso breakdown como enveredam por uma velocidade... Hatebreed “Weight of the False Self”

Editora: Nuclear Blast
Data de lançamento: 27.11.2020
Género: hardcore punk / metal / crossover
Nota: 3.5/5

Os Hatebreed oferecem-nos uma rajada de riffs em modo terraplanagem que tanto evocam o famoso breakdown como enveredam por uma velocidade rasgadora à thrash metal, evidenciando assim o seu poder crossover tão conhecido.

Nome que faz incontornavelmente parte da cena hardcore punk e New Wave of American Heavy Metal, os Hatebreed já cá andam há mais de 25 anos a misturar hardcore e metal com a devida consistência de quem percebe a sua posição e intenção.

Com o novo “Weight of the False Self”, a banda de Jamey Jasta adiciona assim mais 12 composições à discografia. Com faixas que pouco passam dos três minutos, e às vezes nem isso, os Hatebreed oferecem-nos uma rajada de riffs em modo terraplanagem que tanto evocam o famoso breakdown como enveredam por uma velocidade rasgadora à thrash metal, evidenciando assim o seu poder crossover tão conhecido.

Com Jasta a cuspir as suas palavras de ordem, que tanto nos varrem com incitações de luta como nos dão discursos de auto-ajuda, o vocalista é apoiado por uma formação coesa que elabora um conjunto de músicas repletas daquilo que forma a receita ideal para uma banda destas: os tais riffs abrasivos, mudanças de ritmo alimentadas a adrenalina repentina e coros ou backing vocals em modo gangue que toda a gente será, por certo, convidada a gritar efusivamente.

Sem espinhas, “Weight of the False Self” é um disco à hardcore punk mais moderno, à Hatebreed para resumir, provando o que está mais do que provado: a criação de um ambiente de energia positiva e optimismo através de um peso sonoro que expia os receios e o lado mais negro da vida.