Acima podes ver o vídeo para “Alethea”, o novo single dos portugueses Subversive que pertence a “Dissonance”, álbum que deverá sair no Verão de... [Nacional] Subversive: novo single “Alethea”

Acima podes ver o vídeo para “Alethea”, o novo single dos portugueses Subversive que pertence a “Dissonance”, álbum que deverá sair no Verão de 2020. O vocalista David Pais esclarece: «Ainda não conseguimos indicar uma data precisa porque estamos a analisar algumas possibilidades no que toca à editora e à edição do álbum em si.»

Com este single com ponto de partida para o que, deste lado, ainda é desconhecido, o vocalista diz que «este tema faz parte de uma linha de pensamento que percorre todo o álbum, em que nos inspirámos em alguns mitos gregos e os recriámos como personagens de uma forma metafórica, numa transposição aos dias de hoje». No caso de “Alethea”, a banda faz uma «representação da verdade e da realidade como a conhecemos, de uma forma simultânea. Como seres humanos, temos a dádiva da racionalidade e do pensamento, o que nos pode levar tanto para o bem como para o pior dos males. Enquanto espécie auto-consciente, procuramos justificações para a nossa realidade de todas as formas possíveis, seja através da teologia, ciência, espiritualismo, entre outras correntes de pensamento». «Durante todo o álbum exploramos as características de mitos e deuses gregos não só de uma forma metafórica como também de uma forma quase analítica, com o objectivo de nos fazer pensar enquanto nos podemos – ou não – identificar com algumas dessas personagens», remata.

Sobre a sonoridade geral de “Dissonance”, David Pais revela que «o álbum em si tem uma estética progressiva, mas com contornos pesados». No campo das letras, explica: «Exploramos alguns mitos gregos, como referimos anteriormente, em contraste ao nível musical, onde bebemos um pouco de várias coisas que todos ouvimos, com um foco mais virado para metal progressivo, mas com uma toada mais directa.» «O próprio título», continua, «remete-nos ao contraste entre o ‘antigo’ e o ‘novo’, que co-existem numa dissonância perfeita: o antigo contexto mitológico grego representado musicalmente com contornos de música moderna.»

Segue a banda no Facebook.