"Cynthia", dos Magnólia, capta a magia e a tradição da Serra de Sintra e converte-a numa panóplia de sons onde o romance, a melancolia... Magnólia “Cynthia”

Editora: Fat Sound Productions
Data de lançamento: 05.12.2019
Género: folk metal / ambient
Nota: 3/5

“Cynthia”, dos Magnólia, capta a magia e a tradição da Serra de Sintra e converte-a numa panóplia de sons onde o romance, a melancolia e a morte caminham pesadamente em direcção ao abismo. Mostrando a ambição que os move desde os primeiros segundos de “Ode”, uma introdução poética acompanhada pela guitarra portuguesa, os Magnólia apostam numa sonoridade fúnebre e obscura que só não é mais negra devido à vivacidade e esperança presente na voz de Filipa Pinto.

Cantado em português, “Cynthia” envereda por uma instrumentação que flutua entre o tradicional e ambientes experimentais, onde tons profundos e instrospectivos ajudam-nos a sentir verdadeiramente todas as histórias de amor e desespero que os Magnólia aqui interpretam, conseguindo obter um resultado que agradará ao público metaleiro em busca de trevas e desolação.

Ainda com muito para crescer musicalmente – até porque não falta por onde explorar -, as ideias dos Magnólia estão no sítio certo e precisam apenas de um maior cuidado ao nível da execução. Por tudo isto, “Cynthia” poderá ser entendido como o quebrar de um muro que abre agora à banda caminhos infindáveis para florescer e tornarem-se assim na nova geração do Fado.