Avançado pela SIC Notícias, a realização de festivais e espectáculos de natureza análoga em recinto coberto ou ao ar livre continuará proibida até ao... Festivais e espectáculos análogos proibidos até ao final de 2020
Ghost (Foto: João Correia)

Avançado pela SIC Notícias, a realização de festivais e espectáculos de natureza análoga em recinto coberto ou ao ar livre continuará proibida até ao final do ano conforme foi decidido em Conselho de Ministros.

A proibição de festivais e espectáculos de natureza análoga tinha sido definida por lei em Março passado e vigorava até 30 de Setembro, mas o prazo foi prolongado até ao final do ano, como explicou o ministro da Economia, Pedro Siza Vieira, em conferência de imprensa no final do Conselho de Ministros.

«No caso de festivais reagendados ou cancelados, podem continuar a ser emitidos vales, com validade até 31 de Dezembro de 2021, podendo ser utilizados na aquisição de bilhetes de ingresso para o mesmo espectáculo a realizar em nova data ou para outros eventos realizados pelo mesmo promotor», refere a Inspeção-Geral das Atividades Culturais.

Acrescenta-se que os eventos «podem excepcionalmente ter lugar, em recinto coberto ou ao ar livre, com lugar marcado» e «no respeito pela lotação especificamente definida pela Direção-Geral da Saúde, em função das regras de distanciamento físico».

Estas medidas surgem num momento em que os números da pandemia COVID-19 voltaram a aumentar.