Recentemente formados, os Ecpatía trazem-nos, da Costa Rica, o seu black metal cru e depressivo através de ambientes angustiantes que reflectem... Ecpatía: estado maníaco-depressivo

Origem: Costa Rica
Género: depressive black metal
Último lançamento: “Ecpatía” (EP, 2020)
Editora: independente
Links: Facebook | Bandcamp

Recentemente formados, os Ecpatía trazem-nos, da Costa Rica, o seu black metal cru e depressivo através de ambientes angustiantes que reflectem um estado de negritude contínua.

«Este registo contém diferentes aspectos emocionais que vão do isolamento ao ódio e à depressão.»

Lançamento: «Não houve planos nem nada parecido, simplesmente, mal houve um momento de inspiração, foi gravado. Eram tantas músicas que no final decidiu-se não só lançar a maquete mas também o primeiro álbum de uma só vez. Podem esperar ouvir algo que transmite a emoção captada naquele momento específico, geralmente depressão.»

Conceito: «Este registo contém diferentes aspectos emocionais que vão do isolamento ao ódio e à depressão. Pretende-se exteriorizar e transmitir essas emoções ou pensamentos. Não há um conceito específico, mas poderão ser consideradas duas partes: uma para o estado maníaco e outra para a depressão, reflectindo assim a condição bipolar de um dos membros da banda.»

Sonoridade: «O som é caracterizado por tempos lentos (lado depressivo) com muitas atmosferas, e a maior característica pode ser a voz angustiante e agressiva que acompanha as melodias.»

Review: Para adeptos de black metal cu na sua vertente depressiva e suicida, os recentemente formados Ecpatía oferecem-nos a sua música extremada por riffs ruidosos, dissonantes e brutos ao lado de vozes arrepiantes e agonizadas – uma aflição contínua. Por detrás desse plano mais dianteiro, em temas como “Home”, a banda da Costa Rica evidencia toda a sua melancolia e tristeza desmesurada através de um piano solitário que abraça ternamente todos os sentimentos de morte e saudade.