Niilo Sevänen (Insomnium): «É um álbum gratificante – quando entrares, nunca mais vais sair»
Lançado no início de Outubro pela Century Media Records, “Heart Like a Grave” é o título do novo trabalho dos Insomnium, e, por isso, a Metal Hammer Portugal chegou à fala com Niilo Sevänen, vocalista e baixista do colectivo nórdico. Sabendo de antemão que este disco é uma espécie... Ler mais
Øystein Brun (Borknagar): «Quero que ouçam e achem que isto é música verdadeira e genuína feita por pessoas que deram todo o seu coração e alma»
O novo disco dos Borknagar intitula-se “True North” e foi lançado no final de Setembro passado pela Century Media Records. Por isso, a Metal Hammer Portugal esteve à conversa com o guitarrista e compositor principal Øystein Brun que nos diz sentir pouca pressão quando chega o momento de lançar... Ler mais
Ivan Landgraf (Venomous): «A criação de “The Black Embrace” foi um processo muito intenso e turbulento»
A banda brasileira Venomous lançou oficialmente o novo álbum “The Black Embrace” no passado dia 9 de Outubro. O disco foi gravado no estúdio Dual Noise, em São Paulo (Brasil), com produção de Rogério Wecko e dos próprios Venomous, a arte e ilustrações foram produzidas por Ricardo Bancalero. Este... Ler mais
Opeth: prog, shred e macacos (entrevista c/ Fredrik Åkesson)
Os Opeth estão de volta com “In Cauda Venenum”, o 13º álbum dos gigantes suecos do metal/rock progressivo. Para falar deste novo trabalho, que continua na veia criativa dos três anteriores lançamentos da banda, sentámo-nos recentemente com o guitarrista Fredrik Åkesson e aproveitámos para falar de tudo, desde o processo... Ler mais
Fredrik Åkesson e o regresso à fase death metal dos Opeth: «Não descartava essa possibilidade…»
Os Opeth estarão brevemente de regresso com o seu 13º álbum de estúdio, “In Cauda Venenum”, que, por aquilo que a Metal Hammer Portugal já teve a oportunidade de ouvir, estará no seguimento dos últimos três discos da banda, a fase que viu a banda de Mikael Åkerfeldt abraçar... Ler mais
Esben Willems (Monolord): «Não me sinto desconfortável no mundo, mas sinto-me desconfortável com a crença em fantasmas e contos de fadas»

Abjecto a rótulos sonoros, o baterista Esben Willems fala do desconforto que sente em relação à forma como a religião é vivida e da satisfação que é ter a sua banda e sonoridade reconhecidas.

Ler mais
Head (Korn): «Metanfetamina arruinou a minha mente, as minhas emoções, os meus relacionamentos, a minha sanidade»
O guitarrista dos Korn fala sobre ter-se mantido acordado durante cinco dias, evitar um Jonathan Davis ébrio e violento, e sangrar pela sua arte. Qual é a tua droga de eleição?Definitivamente, metanfetamina. Era tipo uma coisa de amor/ódio, porque a moca inicial era explosiva, mas depois arruinou tudo na... Ler mais
Michael Gilbert (F&J): «Temo-nos sentido bem a tocar juntos como uma máquina bem-oleada.»
Não são muitas as bandas com estatuto lendário que se podem dar ao luxo de dizer que, ao longo de toda a sua carreira, nunca alteraram a essência do seu som de marca. Dessas poucas, uma das que mais se pode gabar dessa continuidade estilística é Flotsam & Jetsam... Ler mais
Samael: inimigos do Sol (entrevista c/ Vorph)
Muito se pode dizer sobre os Samael, mas, de forma a evitar redundâncias, preferimos acreditar que a carreira do quarteto suíço se pode resumir numa palavra: indelével. Tivemos a oportunidade de trocar impressões com Vorph, mentor e vocalista/guitarrista da banda, no Laurus Nobilis Music 2019 – impressões sobre vinho,... Ler mais
Frost (Satyricon): «Black metal faz parte da nossa linguagem»
«Estou completamente pronto para isto, vamos lá!» É assim Frost: a chamada telefónica é efectuada à hora certa e transpira-se vontade, algo que não era para menos, até porque “Deep calleth upon Deep” é um grande regresso dos noruegueses Satyricon, e a banda sabe disso. «Estamos muito entusiasmados, pois... Ler mais