De saída dos Nightwish, recordamos cinco momentos-chave na carreira do baixista Marko Hietala. Marko Hietala: cinco momentos na carreira

De saída dos Nightwish, recordamos cinco momentos-chave na carreira do baixista Marko Hietala.

Foto: Andrea Beckers

-/-

O primeiro álbum com Nightwish
Com os Nightwish a lançarem o primeiro álbum “Angels Fall First” em 1996, Marko Hietala junta-se à banda em 2001 e participa no quarto disco “Century Child” (2002). “The Phantom of the Opera” será a faixa mais conhecida desse trabalho.

-/-

O fim de uma era
Em 2006 lançavam o DVD “End of an Era”, que, como o título indica, marca o fim de um período para os Nightwish com a saída da aclamada vocalista Tarja Turunen, na banda entre 1996 e 2005. Anette Olzon (2007-2012) e Floor Jansen (2013-…) foram as vozes que se seguiram.

-/-

O sucesso mundial
Bem instalados no panorama metal, especialmente na ala sinfónica do género, “Once” (2004) foi um marco na carreira dos Nightwish, mas foi só nos 2010s que a banda obteve grande reconhecimento global e extra-metal com digressões mundiais e arenas esgotadas. O registo ao vivo “Vehicle of Spirit” (2016) atesta isso mesmo.

-/-

O álbum a solo
No início de 2020, Hietala lançou o seu álbum a solo “Pyre of the Black Heart”. Neste trabalho, o músico explorou não só o metal sinfónico, mas também muito rock n’ roll e noções acústicas.

-/-

A saída de Nightwish
Fazendo mira às corporações de streaming e promotoras, Hietala disse não se sentir validado na vida. A 12 de Janeiro de 2021 anunciou nas redes sociais a sua saída de Nightwish e da vida pública.

Resignation announcement from Marko: Dear people. I am leaving Nightwish and my public life. For a quite a few…

Publicado por Nightwish em Terça-feira, 12 de janeiro de 2021