Comprometido com um culto fiel, “We Are the Dragon” é como se o Halloween fosse todos os dias do ano. Cvlt ov the Svn “We Are the Dragon”

Editora: Napalm Records
Data de lançamento: 07.05.2021
Género: dark rock
Nota: 4/5

Comprometido com um culto fiel, “We Are the Dragon” é como se o Halloween fosse todos os dias do ano.

Se por vezes insinuamos que o rock moderno tem vindo a perder o seu sentido de perigo e misticismo, volta e meia surgem projectos dignos de nos concederem a vontade de se pertencer a um culto – hoje falamos de Cvlt ov the Svn.

O novo álbum da misteriosa banda intitula-se “We Are the Dragon” e é o portal para um teatro de horrores mórbidos, com cada uma das suas 12 músicas a funcionar como uma navalha que corta, com ruído, a sociedade em bocados, transportando-nos com um esgar sedutor para um submundo onde, mesmo que revoltado e periclitante, nos faz sentir mais seguros do que na azáfama venenosa de cá de cima. E o mais interessante desse aspecto é que o disco tem o poder nos deixar com vontade de ouvir a próxima faixa sem dificuldades.

Nesta experiência auditiva, os Cvlt ov the Svn são peritos em combinar uma bela variedade de influências que vão do rock duns Blue Öyster Cult até uns Ghost, passando por pitadas de punk rock negro à Turbonegro, mas também pelo óbvio goth rock que tanto busca expressões em Fields of the Nephilim como em coisas mais mainstream como The Cult, sem esquecermos algo mais recente e contemporâneo como Lord of the Lost.

Tudo junto forma um romanticismo inebriante que é reverberado por versos demoníacos que rimam com desenvoltura e por uma musicalidade sombria e algo medonha facultada por um baixo post-punk, guitarras darkwave meets punk e breves sintetizadores que, mesmo com a sua abordagem moderna, nos conduzem ao terror dos 1950s.

Sem ser complexo e com uma fórmula homogénea, mas comprometido com um culto fiel, “We Are the Dragon” é como se o Halloween fosse todos os dias do ano.