Formados na segunda metade de 2018, não tendo ainda completado um ano de vida, Aphrodite é um trio muito recente que se prepara para... Aphrodite “Lust and War”

Editora: Fighter Records
Data de lançamento: 09.07.2016
Género: speed metal / punk-rock
Nota: 4/5

Formados na segunda metade de 2018, não tendo ainda completado um ano de vida, Aphrodite é um trio muito recente que se prepara para tomar o mundo do speed metal de assalto com uma sonoridade composta por uma bateria extasiante, uma guitarra cavalgante e um vocal inconfundível.

De imediato, denota-se uma presença mitológica no nome da banda, e este “Lust and War” debruça-se sobre esses temas mais grandiosos e dignos de deuses. Para além do trio, de destacar a importância de Heidi Stockdale, autora das letras mais directamente relacionadas à mitologia grega. O trio de criativos é caracterizado pelos seus frenéticos arranjos instrumentais, com composições desenfreadas que nunca param. Há quem os encaixe no speed metal, outros consideram-nos uma nova versão, moderna e remodelada, do heavy metal mais clássico (NWTHM). Apesar destas considerações, a verdade é que “Lust and War” é uma amálgama de temas cheios de velocidade e de frenesim que, por sua vez, personificam um ideal mais ligado ao speed metal, roçando muito raramente o thrash metal. Aliás, ao ouvir este álbum de estreia, o punk vem à mente, sobretudo nas composições de guitarra e no próprio vocal estridente de Tanza Speed, que demonstra estar mais do que à altura do desafio num grupo que pretende acelerar o ritmo de quem os ouve.

“Lust and War” contém todos os elementos técnicos e instrumentais de um clássico álbum de speed metal, fortemente apoiado no punk-rock dos anos 1970 com toques de metal dos anos 1980. Como tal, a banda faz um esforço para manter as coisas simples, com uma produção muito crua e pouco trabalhada, focando-se sobretudo nos refrãos fortes e no seu conceito inteligente sobre a mitologia grega. Só por este facto, o disco é original, pois não é normal um lançamento de speed metal ser conceptual, quanto mais de mitologia grega. Apesar de o conceito permitir a criação de temas épicos, cheios de complexidades instrumentais e surpresas líricas, as faixas são curtas com nenhum delas a atingir os quatro minutos de duração.

“Lust and War” é uma verdadeira surpresa, mostrando a qualidade de um trio jovem canadiano liderado pelo mais experiente Jo Steel ‘Capitalicide’ (Ice War, Blue Cross, Manifest Destiny). Jan Turbo foi uma adição importante ao grupo, pois a guitarra é o grande representante da sonoridade speed metal/punk/NWHM destes Aphrodite. Para além de tudo isto, Tanza Speed deixa claramente a sua marca vocal mais evidente que torna este lançamento um pouco arrogante, corajoso e até mitológico. “Lust and War” excede as expectativas e pode tornar-se num dos bons lançamentos de 2019.

Outras publicações: