Os nossos leitores ficarão agraciados ao ouvirem o material que os transportará para terras e tempos distantes, criando histórias nas suas mentes e inspirando... Osi and the Jupiter “Appalachia”

Editora: Eisenwald
Data de lançamento: 31.07.2020
Género: folk / ambient
Nota: 4.5/5

Os nossos leitores ficarão agraciados ao ouvirem o material que os transportará para terras e tempos distantes, criando histórias nas suas mentes e inspirando diferentes emoções.

Antes de mais, para quem ainda desconhece Osi and the Jupiter, é necessário avisar que não se trata de uma banda de metal, mas de um grupo que mistura música ambiente com influências do folclore escandinavo.

A banda foi fundada em 2015 por Sean Kratz e Kakophonix na cidade de Kent, Ohio, EUA, tendo desde então lançado brilhantes trabalhos envoltos em atmosferas, melodias e cantos influenciados pelo norte europeu.

O álbum “Appalachia” é o sucessor do excelente “Nordlige Runáskog” (2019), e, embora tenha apenas três músicas e aproximadamente 21 minutos de duração, mantém o nível musical da banda e apresenta músicas com diferentes influências em relação ao seu antecessor.

“They Ride Through the Skies on Horse Drawn Chariots” inaugura o trabalho com um início mais progressivo e com uma ambientação triste que se desenvolve lentamente até o violoncelo começar a tomar seu lugar. É uma música que se desenrola mais tristemente, proporcionando diferentes sensações ao ouvinte e, com certeza, é uma das mais bonitas da carreira da banda.

Na sequência temos a faixa-título “Appalachia”, que é bastante diferente da anterior, possuindo guitarras acústicas, belos vocais de Sean Kratz, uma ambientação que lembra a música folk norte-americana e, em alguns momentos, até um pouco de influências country nas linhas vocais. Com certeza, encantará uma maior variedade de fãs, principalmente por ser mais fácil de digerir do que as costumeiras.

O trabalho encerra com a épica “The Binding Will of Mountains”, que tem cerca de 12 minutos de duração e possui diversas influências musicais: instrumentais tradicionais inspirados na cultura do norte europeu, guitarras acústicas que lembram folk dos EUA e um trabalho vocal com características mais country em certos momentos e desenvolvimento progressivo. É uma das composições mais variadas e dinâmicas da banda.

Parece-nos que os músicos tentaram inovar e experimentar algumas sonoridades diferentes neste registo, tendo sido realizado com muita primazia. É notável que os nossos leitores ficarão agraciados ao ouvirem o material que os transportará para terras e tempos distantes, criando histórias nas suas mentes e inspirando diferentes emoções.