Sonoridade decadente e suja. Wampirvs Sinistrvs “Blood of the Vampyre”

Editora: Harvest of Death
Data de lançamento: 28.08.2020
Género: black metal
Nota: 3/5

Sonoridade decadente e suja.

Emergindo de um qualquer castelo em ruínas ou masmorra húmida, os Wampirvs Sinistrvs abrem os olhos com dificuldade para saírem da escuridão do seu ambiente subtérreo de modo a estrearem-se com “Blood of the Vampyre”, um EP feito de black metal arcaico muito na onda do que foi feito em França nos anos 1990, algo no qual o movimento português muito se inspira, mais até do que no som norueguês.

Novo e misterioso, por um lado, o projecto português inspira-se também no vampirismo e, por outro, o próprio registo influencia-se tematicamente no cinema expressionista dos primeiros anos do Séc. XX, com especial atenção em “Nosferatu” de FW Murnau.

Musicalmente, com a já referida característica arcaica, a sonoridade de Wampirvs Sinistrvs é ainda decadente e suja, um antagonismo em relação às produções modernas e cristalinas, não só de todo o metal, mas, especificamente, para com o próprio black metal. Definitivamente, este é o subgénero que mais podridão sónica continua a exibir ao lado do death metal. Resumindo, o black metal, apesar de tudo, continua bastante descomprometido e com o nariz metido no seus assuntos.

Numa junção mórbida e perturbadora entre dissonância e melodia, como se Conde Orlok estivesse já a rastejar a sua sombra por paredes virgens e inocentes, é a guitarra que comanda o rumo de quatro faixas cadavéricas e nevoeirentas que muitas vezes se sustentam em espirais vertiginosas, como se pode ouvir na inaugural “VVith the Blood of the Ancients”, ou em antecipações de fazer bater o coração com ânsia receosa, como se pode verificar no início de “Cadaveric VVinter”.

Banda indicada para fãs de Irae a sul e Dolentia a norte, julgamos que não adiantará dizer a Wampirvs Sinistrvs o que devem ou não fazer – eles sabem, porque o black metal corre-lhes nas ideias e nada mudará a sua trajectória de vénia ao black metal ortodoxo e subterrâneo.