Após mais de 10 anos de formação, com alguns interregnos pelo meio, os Thy Despair apresentam finalmente o primeiro LP com apoio da Rockshots... Thy Despair: desespero, solidão e devastação

Origem: Ucrânia
Género: symphonic metal
Último lançamento: “The Song of Desolation” (2020)
Editora: Rockshots Records
Links: Facebook | Bandcamp
Entrevista e review: Diogo Ferreira

Após mais de 10 anos de formação, com alguns interregnos pelo meio, os Thy Despair apresentam finalmente o primeiro LP com apoio da Rockshots Records.

«“The Song of Desolation” está cheio de atmosfera sombria e romantismo negro.»

Último lançamento: «Thy Despair é dark metal sinfónico. O LP “The Song of Desolation” está cheio de atmosfera sombria e romantismo negro.»

Conceito: «“The Song of Desolation” tem um significado muito profundo. Desolação é sinónimo de desespero, solidão e devastação. Estes são os tópicos que destacamos nas nossas músicas. “The Song of Desolation” não é apenas uma música, é uma alegoria que reúne todas as 10 faixas do álbum.»

Sonoridade: «O som espesso da guitarra entrelaçado com melodia sombria e negra é completado com pesados berros masculinos e vozes femininas em soprano.»

Review: Com alguns hiatos e várias formações, os ucranianos Thy Despair encarreiraram a partir de 2017, lançando, agora em 2020, o primeiro álbum “The Song of Desolation”. Temas como “Falling Star” apresentam uma banda de symphonic metal muito apoiado por guitarras que tanto soam duras como melódicas, sem esquecermos, claro, as orquestrações que desempenham um papel mais de preenchimento do que propriamente de liderança. A dualidade entre voz feminina operática e growl masculino é outro elemento assente e típico do género, originando dois tipos de cenários: o mais etéreo de um lado, o mais diabólico de outro.