Os nacionais Terror Empire entram em 2020 com um novo single. Intitulado "Snake Nest", o tema é a primeira proposta musical da banda de... [Exclusivo] Terror Empire: Ouve o novo single “Snake Nest”
Fotografia: Igor Ferreira

Os nacionais Terror Empire entram em 2020 com um novo single. Intitulado “Snake Nest”, o tema é a primeira proposta musical da banda de Coimbra desde a edição de “Obscurity Rising”, em 2017, e será capa e tema de abertura da compilação da Metal Hammer Portugal referente ao mês de Fevereiro. Ouve o novo single abaixo:

Sobre o conceito de “Snake Nest”, o vocalista Ricardo Martins explica à Metal Hammer Portugal que a letra fala sobre «a sobreposição dos interesses às convicções, aos ideais. Sobre como o oportunista prepara a queda do abnegado, que, encontrando-se focado na luta pela transformação, não se apercebe que o golpe é preparado nas suas costas.»

«Muitas vezes quem vai à luta pela mudança, quem enfrenta interesses ou o status-quo acaba traído e abandonado pelos pares», continua. «Ao acossar os inimigos, o medo apodera-se de alguns que fogem, outros deixam-se seduzir pelo poder. É a ambição daqueles que o rodeiam, que acaba por trair quem luta por convicções. Preparam o golpe contra quem seguem, muitas vezes apoiados por aqueles que combatem. Uns querem uma pequena medalha, outros querem o poder pelo poder. É uma luta solitária e trágica, mas reveladora, que vale a pena ser tentada mesmo que nos fira a alma.»

Ricardo Martins indica-nos também ter encarado o registo vocal com naturalidade, por sentir «que era algo que a música pedia», e «pese embora não ser o nosso registo habitual decidimos explorar a ideia e ver como resultaria. Gostámos do resultado e assim ficou, pois não perdemos a raiva e a energia que nos caracteriza.»

À Metal Hammer Portugal, o guitarrista Rui Alexandre, que é igualmente responsável pela actividade da Mosher Records, refere que «acima de tudo, queria músicas que soassem massivas. Simplifiquei os riffs e mantivemos a toada brutal em termos de bateria. Penso que assim conseguimos sacar uma autêntica parede de som que não é demasiado complexa e a experimentação com a melodia (e algum feeling jazzy) no refrão fazem o seu papel na altura de sacar os iscos que procuramos. A rematar tudo isto, não tivemos complexos em abrandar para criar daqueles momentos que te fazem querer abanar a cabeça até doer. A referência foi mais Decapitated do que Megadeth, se tiver de estabelecer um paralelismo.»

No que à produção diz respeito, o músico fala de uma «abordagem menos polida», sem que no processo se perdesse a «confiança no trabalho do baterista e produtor João Dourado e nos seus Golden Jack Studios». Rui Alexandre antevê o lançamento de mais singles até ao final deste ano de 2020, altura em que a banda apostará na edição de um novo disco: «Estamos a lançar um single que terá lançamento exclusivo pela Metal Hammer numa parceria que muito nos orgulha, mas vamos continuar a lançar singles ao longo do ano. É tão mais prático irmos lançando música assim – se ninguém quiser saber dos singles, quem iria querer saber de um álbum? Ainda assim, a intenção é lançar a compilação destas músicas lá para Novembro e assim celebrar os 11 anos da banda.»

Segue os Terror Empire no Facebook e no Instagram.