Os Rage estão mais dinâmicos do que nunca com este novo trabalho. Rage “Wings of Rage”

Editora: Steamhammer / SPV
Data de lançamento: 10.01.2020
Género:  heavy metal
Nota: 4/5

Chegando aos quase 40 anos de carreira, poucos artistas podem olhar para trás e ver que conseguiram uma carreira tão abrangente e diversificada como os Rage, que lançam um álbum em que conseguiram resumir toda a diversidade e experiência desses anos de história em doze músicas. Alternando entre thrash, heavy e um pouco de power metal, “Wings of Rage” irá agradar aos fãs, fazendo com que cada um tire algo pessoal para si.

Em 2019, lançaram o primeiro single do disco, “Let Them Rest In Peace”, através do qual podemos conferir que a banda continua com o espírito do bom e velho metal oitentista, mas conseguiram também inserir um pouco da modernidade de hoje em dia. O álbum começa com um toque de terror e segue com a primeira faixa “True”, que já mostra como será a audição, com ar do bom e velho NWOBHM. Em detalhe, o disco inclui uma reedição actualizada e enigmática do clássico single de 1996, “Higher Than The Sky”, do álbum “End Of All Days”, intitulada “HTTS 2.0.”.

Começamos o ano com um disco que tem boas hipóteses de estar na lista dos melhores de 2020, com músicas que são um verdadeiro hino do metal, com riffs marcantes e com as letras de Peavy Wagner a provar que pensa muito além dos limites do metal puro, ao contar histórias surpreendentes, como a de “A Nameless Grave”, que ficará na memória, com um ritmo e uma vibração diferentes. Além da música, o disco é um trabalho completo, em que a banda teve todos os cuidados, desde a mistura à capa. Os Rage estão mais dinâmicos do que nunca com este novo trabalho.