Entrevista a Prika Amaral, das Nervosa. Prika Amaral: «Estou muito feliz com a nova equipa de Nervosa e temos um longo caminho juntas»
Foto: Barbara Ciravegna

Em 2018, com “Downfall of Mankind”, as brasileiras Nervosa tornaram-se na banda totalmente feminina mais respeitada do universo metal. Todavia, apesar do bom álbum e dos concertos destrutivos, a afinidade interna não era a melhor, o que levou Fernanda Lira (voz, baixo) e Luana Dametto (bateria) a abandonarem o barco. A guitarrista e fundadora Prika Amaral não baixou os braços e depressa reuniu um novo exército, desta vez extra Brasil, tornando Nervosa numa banda internacional, com Diva Satanica (voz) a representar Espanha, Mia Wallace (baixo) pela Itália e Eleni Nota (bateria) pela Grécia.

Após comunicação constante via Internet (até porque a pandemia rebentou e impossibilitou qualquer contacto físico), as quatro meninas (expressão comummente usada por Prika) juntaram-se em carne e osso pela primeira vez no estúdio de Martin Furia para gravarem a novidade “Perpetual Chaos”.

Em declarações à Metal Hammer Portugal, Prika conta como reuniu esta nova formação.

Enquanto Diva Satanica já possui algum reconhecimento, pelo menos na Península Ibérica, enquanto vocalista de Bloodhunter e Mia Wallace deu nas vistas como baixista de Abbath, Eleni Nota, na bateria, é a menos conhecida e é o elemento que mais tem impressionado, percebendo-se o seu dom logo de imediato quando lançaram o primeiro single “Guided by Evil”.

Prika recorda como ficou entusiasmada com as novas companheiras quando começaram a trabalhar física e proximamente no estúdio de Martin Furia.

No departamento lírico, as letras continuam muito agressivas e críticas, havendo todo um ataque ao domínio das elites, mas também ouvimos versos sobre alienação e suicídio através da voz demoníaca de Diva Satanica. Se por um lado, o que está errado aos olhos de Prika é o que lhe dá inspiração, por outro lado também é algo que gostaria de ver erradicado. A guitarrista tece a sua opinião sobre o Brasil e o mundo.

Partindo-se para um aspecto mais positivo da conversa que a Metal Hammer Portugal teve com Prika Amaral, é notório e notável que as mulheres têm cada vez mais um papel activo no metal, já que começaram a passar da plateia para o palco com força e rapidez, um desenvolvimento que tem alguma base em plataformas como o YouTube, que se tornou uma ampla ferramenta para partilha de novos e mais talentos. Como guitarrista e mulher, Prika conta como tem vivido esta ascensão feminina.

Com um following visível em Portugal, as Nervosa trabalham incessantemente para que o nosso país seja incluído nas rotas europeias das suas digressões, deixando uma mensagem aos fãs portugueses como remate final.

“Perpetual Chaos” tem data de lançamento a 22 de Janeiro de 2021 pela Napalm Records.