Ajudados pela existência da Administração Trump e pelo alvoroço sociopolítico que prolifera nos EUA, os Neckbeard Deathcamp tomaram a Internet de assalto com o... Neckbeard Deathcamp “So Much for the Tolerant Left”

Editora: Prosthetic Records
Data de lançamento: 24.05.2019
Género: death/black metal
Nota: 2.5/5

Ajudados pela existência da Administração Trump e pelo alvoroço sociopolítico que prolifera nos EUA, os Neckbeard Deathcamp tomaram a Internet de assalto com o álbum de estreia “White Nationalism Is for Basement Dwelling Losers” lançado em 2018. Desde aí, a banda tem estado ocupada a lançar splits e em constantes digressões pelos EUA, sem esquecer que têm tido destaque na plataforma digital Bandcamp. A essência deste grupo musical encapuzado não está totalmente inerente à sonoridade que pratica, mas à postura e à mensagem que emana. Conceptualmente, a dupla (quarteto ao vivo) lança-se contra a alt-right norte-americana e a todas a formas de fascismo através da sátira e ridicularização, sendo que o combate contra o assédio virtual e a misoginia são dois pontos bastante bem assentes nas letras.

Entre títulos hilariantes (“Unironically Calling Someone the Untermensch”, “Conservative Crybullying”, “/R/Iamverysmart” ou “Pozerfaust Division”), os Neckbeard Deathcamp podem ser musicalmente considerados apenas mais uma banda de death/black metal com uma produção lo-fi e com poucos rasgos de mestria, sendo que os melhores momentos provêm de malhas algo cativantes em faixas como “Shitpostnacht” e “Tolerance Candle”. Como poderia ser de esperar, o devaneio não se ausenta e pica o ponto nos longos 10 minutos de “Horseshoe Theory” que não passa de feedback, noise e reverberação.

Violento, frenético e por vezes compassado, “So Much for the Tolerant Left” não é, como toda a discografia, para ser visto como a última grande inovação sónica, mas antes uma ferramenta para incutir uma postura sociopolítica que, com toda a certeza, não agradará a gregos e a troianos. Por isso, e sem nunca olvidarmos o intento satírico fortemente impregnado, este segundo álbum de Neckbeard Deathcamp acaba por ser só mais um conjunto de composições death/black metal pestilento ao nível sonoro e um manifesto troçante na sua ala conceptual, pois nem a intenção do duo deverá ser muito maior do que isto – querem aparecer e ser falados, portanto missão cumprida: estão a conseguir!