Com edição a cargo da finlandesa Inverse Records, "Into the Fire", dos Midnight Bullet oferece-nos diferentes pontos de vista em histórias onde as personagens... Midnight Bullet: para lá do limite

Género: groove / heavy metal / hard rock
Origem: Finlândia
Último lançamento: Into the Fire (2019)
Editora: Inverse Records
Links: Bandcamp | Facebook
Entrevista: Joel Costa | Review: Diogo Ferreira

Com edição a cargo da finlandesa Inverse Records, “Into the Fire”, dos Midnight Bullet oferece-nos diferentes pontos de vista em histórias onde as personagens principais são a depressão, a insegurança e o medo. A Metal Hammer Portugal recupera aquele que é o terceiro disco dos finlandeses.

«Ao ouvires o nosso som, encontrarás muitos picos e vales.»

Sonoridade: «Cada música tem uma história para contar. Estamos a tentar ligar as pessoas às nossas histórias mas cada pessoa poderá ter a sua própria interpretação das nossas letras. Gostamos de criar temas que ofereçam muita dinâmica, pelo que ao ouvires o nosso som encontrarás muitos picos e vales. Levámos também o nosso processo de composição a um novo extremo, com os refrãos a soarem mais melódicos e leves do que anteriormente, enquanto que, ao mesmo tempo, os nossos riffs estão mais pesados do que nunca.»

Artwork: «A capa de “Into the Fire” representa a bola negra que cada um tem dentro de si e que pode manifestar-se de várias maneiras, como a depressão, insegurança, o medo, etc. Todas as nossas músicas contam estas histórias através de diferentes ângulos.»

Evolução da sonoridade: «Para nós é importante apresentar um som alto, limpo e pesado. Talvez possam ver-nos mais como uma banda de rock do que de metal, ainda que usemos muitos elementos do heavy metal. Recorremos a amplificadores da Marshall para o ritmo das guitarras e tem sido essa a base do nosso som.»

REVIEW
Midnight Bullet
«Into the Fire»

Inverse Records, 2019


Da Finlândia, os Midnight Bullet têm em “Into The Fire” o seu terceiro e mais recente longa-duração, que foi fortemente promovido entre Março e Abril passados com o lançamento em single das faixas nele incluídas. Com muito groove, metal e hard rock em doses deveras generosas e energéticas, os instrumentos, que funcionam como um só como se quer num colectivo unido, e a voz entre o ríspido e o rouco são a montra de uma banda com uma carreira que acaba de completar uma década.