Apóstolos do hard rock / heavy metal dos 80s, os gregos Kaisas não deixam morrer o espírito do antigamente com um... Kaisas: unificação do passado e do presente

Origem: Grécia
Género: hard rock / heavy metal
Último lançamento: “Martyria” (2019)
Editora: Sleaszy Rider Records
Links: Facebook | Website

Apóstolos do hard rock / heavy metal dos 80s, os gregos Kaisas não deixam morrer o espírito do antigamente com um trio de álbuns que terá o seu sucessor em breve.

«”Martyria” espevitou a velocidade e o peso, mas sem perder a base tradicional do hard rock / heavy metal.»

O último lançamento: «O terceiro álbum, “Martyria”, espevitou a velocidade e o peso, mas sem perder a base tradicional do hard rock / heavy metal. Acredito que alcançámos o que pretendíamos: o nosso álbum mais pesado, rápido e sombrio até à data, que fala das questões sociais, como a crise económica, bem como das habituais temáticas de amor e diversão.»

Conceito: «Martyria tem dois significados. É uma palavra grega. No singular significa testemunho. No plural significa torturas. Portanto, pode ser um testemunho das torturas às quais a pessoa comum é submetida nesta dura época.»

Desenvolvimento: «Acho que começámos muito baladeiros no primeiro álbum “Unify”, de 2011. O segundo álbum “Degitalize”, de 2014, foi muito mais divertido e hard rock. O terceiro “Martyria”, de 2019, é definitivamente o mais agressivo e negro da nossa carreira. De momento estamos a trabalhar no quarto disco, que se chamará “Ieria”, uma palavra grega para sacerdotisa. E está definido que será um pouco mais comercial e não tão afiado como o anterior.»

Review: Com um aroma a antiguidade que se sente a milhas, este trio de Tessalónica desenvolve a sua sonoridade a partir das bases do hard rock dos 80s, mas sem soar demasiado ao rock das arenas, sendo algo mais pessoal e mais de garagem – e é aí que entram também as inclinações ao heavy metal, para que tudo soe um pouco mais rígido do que jovial. Com riffs sólidos e uma bateria que não complica, a nota mais positiva tem de ser concedida ao baixo muitíssimo presente e preponderante.