Incapacitadas de se fazerem à estrada devido à pandemia COVID-19, muitas bandas têm utilizado os últimos meses para formarem colaborações via... Jinjer: «Vamos lançar um álbum no final de 2021»
Foto: Napalm Records

Incapacitadas de se fazerem à estrada devido à pandemia COVID-19, muitas bandas têm utilizado os últimos meses para formarem colaborações via Internet, lançarem EPs surpresa e começarem a compor novos álbuns. Inseridos neste contexto, os Jinjer vão lançar o álbum ao vivo “Alive in Melbourne” a 20 de Novembro de 2020 pela Napalm Records para se manterem ligados aos fãs.

Mas, e tendo em conta que estão forçosamente fora da estrada, será que podemos esperar por um novo trabalho de originais em 2021? «Tenham a certeza que sim! [risos]», consente a vocalista Tatiana Shmailyuk em declarações à Metal Hammer Portugal. «Não conseguimos estar quietos. É uma tortura para os músicos estarem de rabo sentado, sem conseguirem fazer nada. Quando passei aqueles seis meses nos EUA [Tatiana esteve meio ano na Califórnia], o Vlad [bateria] e o Roman [guitarra] começaram a escrever novo material. Quando regressei, eles já tinham composto umas quatro músicas. Musicalmente, quatro melodias estão prontas para que eu escreva as letras. Vamos continuar a trabalhar durante o resto do Outono e do Inverno. Tenho umas coisas minhas para tratar e depois, assim que me safar disso, vou-me sentar e escrever mais letras. Provavelmente vou ter de ler uns livros maravilhosos para me inspirar, para conseguir boas letras. Penso que vamos lançar esse álbum lá para o final de 2021.»

Entretanto, a vocalista foi convidada para gravar uma música para o videojogo “Metal: Hellsinger”, um first person shooter ao ritmo da música mais pesada do planeta que será lançado em 2021. Sem nenhum cameo (o que seria brutal!), a vocalista revela: «Vai ser só uma música, mas garanto que vai ser do caraças! Fiquei entusiasmada por gravá-la. Estou ansiosa por saber a opinião das pessoas.» Será Tatiana uma gamer? «Não sou jogadora, não gosto de videojogos. É um impacto para o meu sistema nervoso, fico mesmo chateada quando não consigo ganhar. [risos] É do tipo: ‘F*da-se! Estúpido!’ Não sou nada fã. Mas é algo novo para mim, poder fazer algo de que gosto [música] para uma coisa de que não gosto [videojogos]