Os suecos Havamal honram as suas tradições milenares prestando culto aos deuses Aesir através do seu disco de estreia, um vigoroso e talentoso trabalho... Havamal: baptizados com fogo e gelo

Origem: Suécia
Género: death metal melódico/sinfónico
Último lançamento: ”Tales from Yggdrasil” (2019)
Editora: Art Gates Records
Links: Facebook | Bandcamp
Entrevista e review: João Correia

Os suecos Havamal honram as suas tradições milenares prestando culto aos deuses Aesir através do seu disco de estreia, um vigoroso e talentoso trabalho de death metal melódico e bastante sinfónico.

«Queremos que os nossos fãs fiquem imersos na nossa rica mitologia nórdica, bem como na crueza que criamos.»

O que esperar: «Decidimos preservar parcialmente o nosso antigo legado com o EP de estreia “Call of the North” e, com isso, expandimos as nossas profundezas do peso e da epopeia que habita os reinos de Yggdrasil. O nosso objectivo era expandir o nosso núcleo por meio de sinfonias melódicas e bombásticas, riffs memoráveis e força vocal bruta, além de proporcionar aos nossos fãs, antigos e novos, um gostinho do que os invernos escuros da mãe norte podem trazer ao cimo. Esta é a nossa promessa aos nossos fãs: Quem procura contos mitológicos entrelaçados com beleza sinfónica e envoltos em powerdeath não ficarão desapontados.»

Conceito: «O conceito principal é dar às nossas hordas uma imagem clara do funcionamento dos Havamal e dos nossos hinos aos deuses Aesir. Queríamos criar uma imagem abrangente das preferências pessoais da banda combinadas neste álbum. A música e as letras estão interligadas; poderás ouvir os mitos e sentir as histórias quando ouvires ”Tales from Yggdrasil”. Queremos que os nossos fãs fiquem imersos na nossa rica mitologia nórdica, bem como na crueza que criamos. Esta mensagem é que a jornada Havamal está apenas a começar e convidamos todos a embarcar nas nossas incursões musicais!»

Influências: «As nossas maiores influências passam por Equilibrium, Hypocrisy/Pain, Ensiferum, Wintersun e Norther. Mas todos os membros herdaram uma rica história de antecedentes musicais e experiências que se resumem às sagas épicas e obscuras que são os Havamal.»

Review: É difícil não comparar os Havamal aos seus conterrâneos Amon Amarth, mas quando ouvimos as secções sinfónicas que abundam em ”Tales from Yggdrasil” começamos a ter outra perspectiva – a parte mais death metal dos Amon Amarth sente-se cada vez menos a cada nova audição e passamos a ouvir gradualmente um pouco mais de Wintersun. “Draugers March” é um excelente exemplo dessa afirmação, que nos atira de cabeça em direcção a um mundo de epopeias, heróis e tempos de outrora, sempre com a mitologia nórdica a orientar-nos. Com apenas 3 anos de existência, e tendo em conta este disco de estreia, os Havamal prometem dar que falar.