Guitarrista da velha-guarda, Greg C. Brown revisita com "GCB" o seu repertório a solo e em grupo desde os anos 1980. Greg C. Brown: antologia da guitarra

Origem: EUA
Género: metal/rock instrumental
Último lançamento: “GCB” (2021)
Editora: independente
Links: Youtube

Guitarrista da velha-guarda, Greg C. Brown revisita com “GCB” o seu repertório a solo e em grupo desde os anos 1980.

«É a minha biografia em guitarra eléctrica até à data.»

O álbum: «O meu novo lançamento, “GCB”, é principalmente um disco retrospectivo das minhas músicas e gravações nos últimos 40 anos. Inclui faixas dos anos 1980 até hoje, e duas novas. Inclui algumas músicas da minha banda Age of Fire, alguns trabalhos eléctricos a solo e até uma faixa de um disco de blues que fiz. É a minha biografia em guitarra eléctrica até à data.»

Inspiração: «Todas as faixas são instrumentais. Cresci a ouvir os grandes guitarristas dos anos 80, portanto isto é, de muitas maneiras, dedicado a eles. Nesse grupo de guitarristas inclui-se, mas sem limitar, Eddie Van Halen, Angus Young, Yngwie Malmsteen, Joe Satriani, Steve Vai e Jeff Loomis.»

Evolução e referências: «Ainda estou a evoluir. Durante a pandemia, analisei e despi o meu equipamento aos elementos básicos e observei os tubos que uso, altifalantes, pedais e até guitarras. Sempre procurei pela minha própria identidade sonora e musical. Apenas vou onde a música me leva. Quanto a referências, diria Metallica, Iron Maiden, Black Sabbath, Megadeth, Nevermore, Nightwish, Dio, Savatage, Overkill, Queensrÿche, Helloween e por aí fora.»

Review: Guitarrista dos Age of Fire, Greg C. Brown lança uma espécie de antologia em que revisita as suas várias e vastas criações desde a década de 1980. Com muito heavy metal na sua base, o músico veterano capitaliza o seu empreendimento mais pessoal ao ser capaz de roçar noutros territórios sónicos, como rock alternativo, prog e shredding. Obviamente, é a guitarra que governa o sentido e direcção das músicas, por isso não faltam leads cativantes e solos alucinantes.