Fundados pelo teclista e orquestrador Martijn Westerholt, que ficou inicialmente conhecido como membro dos Within Tempation, os Delain precisam cada vez menos de qualquer... Delain “Apocalypse & Chill”

Editora: Napalm Records
Data de lançamento: 07.02.2020
Género: symphonic metal
Nota: 4/5

Fundados pelo teclista e orquestrador Martijn Westerholt, que ficou inicialmente conhecido como membro dos Within Tempation, os Delain precisam cada vez menos de qualquer apresentação.

Portadores de um som de proporções épicas e cinematográficas, os holandeses chegam ao sexto álbum “Apocalypse & Chill” com um conceito muito actual que já não trata de premonições mas de realidades, em que a indiferença humana e a condenação iminente são temas explorados de ponta a ponta. Assim, e por mais que a sonoridade seja cinematográfica, “Apocalypse & Chill” é mais do que uma distopia.

Facilmente categorizado como o disco mais ousado e audacioso na carreira dos Delain, ao longo de 13 faixas somos convidados a mergulhar num mar de sensações sonoras onde podemos navegar ao som de orquestrações majestosas, mas também de guitarras pesadas e corpulentas.

Refrescante, este registo ganha um aparato muito particular através de arranjos electrónicos com reminiscências da pop dos anos 1980. De facto, misturar clássico e electro com metal já não é uma novidade, mas estas noções digitais da década de 1980 incluídas em metal de 2020 são um passo em frente, de coragem e inteligência, nestas andanças.

Quem também não pode ser esquecida é Charlotte Wessels, uma cantora possuidora de uma voz muito sui generis, com um timbre bastante particular, capaz de manobrar as suas habilidades entre heavy metal e pop.

O metal sinfónico tem vindo a germinar bandas cada vez mais potentes, com a Itália e a Alemanha na linha da frente contemporânea, e os Delain estão bem no topo desta cadeia de sucesso. Obrigatório!