Bay Area: 10 músicas que ficam para a História
Com um novo lançamento de Death Angel, a memória ainda fresca da mais recente actuação de Metallica em Portugal e com os Possessed com data marcada para passarem por cá em Junho, se há algo que podemos falar é da cena musical que floresceu na Bay Area de São... Ler mais
A Crónica do Mosh: O metal está a morrer? Cala-te, ninguém quer saber!
Já não é a primeira nem a última vez que leio que o metal está condenado. Se o rock, que é tão mainstream (?), definha, o que dizer deste género musical mais extremo? É o fim do mundo. Fazem-se comparações com estilos musicais emergentes ou dominantes para reforçar uma... Ler mais
“In Nomine Satanas”: A relevância dos Venom em 2019
Parece que foi numa outra vida que os britânicos Venom cunharam o termo “black metal” e emergiam como uma das bandas mais influentes da chamada New Wave Of British Heavy Metal. Chegados a 2019, a banda de Cronos ostenta 40 anos de história e um percurso marcado por mudanças... Ler mais
A evolução de Darkthrone
Todas as bandas norueguesas pertencentes à cena black metal que explodiu na primeira metade dos anos 1990 começaram da mesma forma: a ouvir Venom, Bathory, Slayer, Hellhammer, Celtic Frost, e nalguns casos até Metallica, Exodus e Kreator. Gylve Fenris Nagell não foi diferente, e com 15-16 anos tinha a... Ler mais
Dani Filth (Cradle of Filth): «Nunca pensámos que éramos satânicos, achámos que era engraçado.»
Numa altura em que o black metal está a passar por uma fase de aparente popularidade, especialmente devido à ascensão do post black metal, à actividade mundial dos Mayhem e à exibição do filme “Lords of Chaos”, o lado criminoso do estilo musical tem também as suas revisitações, pois,... Ler mais
Compositores clássicos que qualquer metaleiro adora
Com o recente lançamento de “Veleno”, o novo álbum dos sinfónicos Fleshgod Apocalypse, a Metal Hammer Portugal escolhe alguns compositores clássicos que qualquer metaleiro adora, ou passará a adorar. Tchaikovsky (1840-1893)“They told me I could use any instruments I wanted – so I used cannons” é a inscrição do... Ler mais
As músicas mais miseráveis de sempre, por Lena Abé (My Dying Bride)
Conhecidos como uma das bandas históricas do death/doom metal melódico, os My Dying Bride têm na sua discografia álbuns relevantes como “Turn Loose The Swans” (1993), “The Dreadful Hours” (2001) ou “A Map of All Our Failures” (2012), e algo que lhes dá muito gosto, e aos fãs também,... Ler mais