Rock sem limites é aquilo que os franceses Brainsqueezed nos prometem. A Metal Hammer Portugal dá a conhecer o trabalho mais recente da banda,... Brainsqueezed: rock sem limites

Género: rock
Origem: França
Último lançamento: “Scarred” (2019)
Editora: Dooweet Agency
Para fãs de: Queen, Guns N’ Roses, Radiohead, A Perfect Circle
Links: Facebook | Doweet
Entrevista: Joel Costa | Review: Diogo Ferreira

Rock sem limites é aquilo que os franceses Brainsqueezed nos prometem. A Metal Hammer Portugal dá a conhecer o trabalho mais recente da banda, “Scarred”.

«Procurei apresentar uma produção poderosa.»

Missão: «Gravei o EP “Emotions” em 2015, um disco caseiro que contou com a minha amiga Claire na voz. Para o nosso primeiro longa-duração, “Scarred”, quis trabalhar com músicos de estúdio e criar algo mais rock. Também procurei apresentar uma produção poderosa.»

Letras: «Falamos de diferentes formas de cicatrizar algo, como a dor, a morte, a doença ou uma promessa.»

Sonoridade: «Cresci a ouvir bandas de rock britânico do final dos anos 60 e da década de 1970. Também gostei bastante da forma como o rock era feito nos anos 90, em que havia menos limites. Os músicos eram livres de tocar rock clássico e adicionar outros elementos provenientes dos teclados ou loops. É isto que fazemos com os Brainsqueezed, mas com uma produção moderna.»

Review: Rock sem fronteiras delineadas é o que se pode ouvir com este grupo francês, em que o experimentalismo da dissonância pode ser verificado em faixas como “In The Night”. Suave nuns momentos e mais robusto noutros, “Scarred” é uma boa proposta para adeptos de alt-rock menos convencional e de assinatura própria.