Modernos e ultra cativantes, os finlandeses Awake Again trazem-nos o seu metal robusto e pejado de elementos electrónicos. Indicado para fãs... Awake Again: psicose em modo alt-metal
Foto: Juha Kurri

Origem: Finlândia
Género: alternative/modern metal
Último lançamento: “Enmity” (single, 2020)
Editora: independente
Links: Facebook | Instagram

Modernos e ultra cativantes, os finlandeses Awake Again trazem-nos o seu metal robusto e pejado de elementos electrónicos. Indicado para fãs de Lacuna Coil e Bring Me The Horizon.

«Queríamos fazer uma música mais sinistra e sombria em comparação aos nossos lançamentos anteriores.»

O single: «É uma fusão de peso com um refrão enorme. Há riffs pesados com sintetizadores ao estilo industrial e muita bateria, o que cria uma parede de som incrivelmente massiva. É a nossa música mais feroz e directa até agora. Quando começámos a escrevê-la, queríamos fazer uma música mais sinistra e sombria em comparação aos nossos lançamentos anteriores.»

Conceito: «No geral, as nossas letras andam à volta do desenvolvimento pessoal e da condição humana. Também abordamos alguns desafios actuais que a humanidade enfrenta globalmente e como esses desafios se relacionam com os temas mencionados. Com “Enmity” investigamos os cantos negros da psique humana: a psicose em massa criada por uma ideologia verdadeiramente destrutiva.»

Evolução e influências: «Nos estágios iniciais da banda, o nosso som estava mais desorganizado. Tínhamos músicas mais longas com muitas partes diferentes que não combinavam muito bem umas com as outras. Agora, o nosso som está mais refinado. Ninguém sabe como isto vai evoluir no futuro. Talvez comecemos a experimentar mais ou nos movamos em direcção a um som ainda mais directo. Quanto às referências musicais, descrevemo-nos como quando a loucura dos System Of A Down encontra o caos electrónico de Enter Shikari envolvido na produção de Bring Me The Horizon. Estas bandas são as principais influências. Todos ouvimos uma grande variedade de música, por isso extraímos influências de muitos espectros.»

Review: Num single indicado para fãs de Lacuna Coil dos últimos tempos, esta banda finlandesa apresenta um som muitíssimo moderno e extremamente sedutor. Ao lado do peso e tensão da bateria e da guitarra (a combinação dos dois origina muito groove), ouvimos vozes limpas cativantes por um lado e gritadas por outro, tal como na banda italiana que mencionamos como ponto de referência. Nota muito positiva para os arranjos electrónicos e industriais que fomentam paredes sonoras robustas, intrincadas e, obviamente, contemporâneas. Tais apontamentos podem ouvir-se em temas como “Enmity”. Em suma, fica no ouvido!