Parcos em palavras, mas proeminentes na música, os Abyss Of Perdition querem ser um nome respeitável. Abyss Of Perdition: perdição demoníaca

Origem: México
Género: death metal
Último lançamento: “Supreme Demonical Providence” (2019)
Editora: Macabre End Productions
Links: Facebook
Entrevista e review: Diogo Ferreira

Parcos em palavras, mas proeminentes na música, os Abyss Of Perdition querem ser um nome respeitável.

«O nosso objectivo é ser uma das bandas respeitáveis no death metal.»

Objectivos: «Planeamos espalhar a nossa música pelo maior número possível de sítios. O nosso objectivo é ser uma das bandas respeitáveis no death metal e esperamos lançar mais músicas no futuro.»

Conceito: «A música e as letras giram em torno de temas apocalípticos e blasfemos, e a sombria realidade dos tempos actuais.»

Sonoridade: «Death metal implacável e brutal.»

Review: Mexicanos, mas que soam a uma mistura entre Suécia e Canadá, os Abyss Of Perdition oferecem-nos death metal melódico incisivo e com solos frenéticos, como se pode ouvir em faixas como “Infernal Viktoria”, esta que encerra o álbum “Supreme Demonical Providence”, lançado em Dezembro de 2019. Regem-se aparentemente por estruturas lineares, mas acabamos por nos deparar com secções que brotam de forma surpreendente. Para fãs de Kataklysm, riffs é o melhor que se ouve com Abyss Of Perdition.